* CURIOSIDADES – TINGIMENTO DE URDIDURA A FRIO – Por Kaz Madigan / Austrália

fb

Passeando pela Internet eu conheci Karen Madigan, uma tecelã na Austrália, que trabalha com técnicas bem curiosas; não é ao acaso que seu site chama-se “Curious Weaver”. Nós temos trocado várias informações, e ela me autorizou a traduzir e publicar esta técnica de tingimento a frio para urdiduras, que faz parte dos Workshops sobre tecelagem que ela desenvolve em seu país.

TINGINDO A URDIDURA

Por Kaz Madigan (Austrália)

As urdiduras cruas deverão ser pré-embebidas em uma solução “fixadora”, e posteriormente pintadas “a Frio” com corantes reagentes a celulose (corantes para fibras vegetais) e deixadas para fixar por 24 Hs.

Não é necessário cozinhar nem ferver!

Preparando a solução Fixadora

1. Pese a quantidade de fios a ser tingido e siga a tabela abaixo.

– 100 grs. de fios = 10 colheres(chá) de sal + 4 colheres(chá) de carbonato de sódio + 3 lt. de água morna

– 50 grs. de fios = 05 colheres(chá) de sal + 2 colheres(chá) de carbonato de sódio + 1,5 lt. de água morna

– 10 grs. de fios = 01 colher(chá) de sal + 1/2 colher(chá) de carbonato de sódio + 300ml. de água morna

– 05 grs. de fios = 1/2 colher(chá) de sal + 1/4 colher(chá) de carbonato de sódio + 150ml. de água morna

E daí por diante, é só fazer os cálculos seguindo a proporção acima.

2. Encharque os fios (urdidura) na solução fixadora de Água, sal e carbonato de sódio, ainda morna

Mexa bem (com cuidado para não embaralhar os fios), deixe descansar por 15 minutos e mexa novamente, deixe descansar por mais 45 minutos.

Retire a urdidura encharcada da solução e esprema suavemente para retirar o excesso de água.

3.Coloque a urdidura sobre um plástico comprido, que servirá para enrolá-la (como um rocambole) mais tarde no final do processo.

A foto da esquerda mostra uma urdidura pronta para receber duas nuances de cores diferentes, isto me permite tecer trabalhos diferentes sobre as diferentes cores da urdidura ao longo do seu comprimento.

Prepare os corantes em recipientes individuais, adicionando água morna a cada um para obter as Tonalidades desejadas. Experimente a cor com um pincel sobre papel.

*OBS: Aqui no Brasil, temos os corantes em pó Guarani (para algodão), Vivacor (tecidos sintéticos) e vários outros; e o resultado é o mesmo.

Começando a pintar

4. Na foto à esquerda usando uma esponja, começo a pintar faixas com solução diluída de corante ao longo da urdidura, começando pelas cores mais claras Vermelho e azul, e depois (foto à direita) o roxo mais escuro, devagar com uma esponja para unir as cores em conjunto, sem borrar; enxaguando continuamente a esponja na medida do necessário. Certifique-se que o corante não está encharcando demasiadamente o plástico, ele não pode se espalhar sobre o plástico.

Embalando para fixar a cor

5. Comece a dobrar o plástico sobre a urdidura para envolvê-la (veja na parte superior da foto, o azul e o vermelho já envoltos)…

… antes de começar a enrolar como um “rocambole” (tomando cuidado para não deixar bolhas grandes de ar)

6. Deixe fixar a cor por 24Hs.

Após as 24Hs., remover o plástico com cuidado, enxaguar em água corrente até a tinta sair clara, e mergulhar em detergente suave, por cerca de 15 minutos, lavar novamente com cuidado (para não embaralhar os fios), espremer e pôr para secar à sombra.

Todas as fotografias e notas, exceto onde indicado, são de Kaz Madigan in Austrália © 2008

Resumo e tradução – Rodrigo *O Tecelão!

© Kaz Madigan 2008 Easy Ikat and Warp Painting Workshop – PAINTING THE WARP

# Sobre os Comentários:

* Devido ao grande volume de comentários, só serão publicados os que apresentarem dúvidas e perguntas técnicas, ou de utilidade a todos os visitantes e interessados.
* Antes de expor a sua dúvida/comentário, visite todas as páginas deste blog/portal (os links estão na coluna da direita); a sua resposta pode estar em uma destas páginas!
* Por favor leiam todos os comentários ja postados antes de fazer o seu; a resposta que vc procura pode estar logo aqui abaixo.

* Todos os comentários serão lidos e respondidos.

Agradeço aos elogios e as manifestações de carinho.
Sejam sempre bem vindos!


49 Respostas to “* CURIOSIDADES – TINGIMENTO DE URDIDURA A FRIO – Por Kaz Madigan / Austrália”

  1. Eu gostaria de saber, como eu faço tingimento de guipir de poliester na cor preto e como faço pra não soltar corante

    Bom dia Valquiria
    O poliéster não aceita tingimento…

  2. Olá, gostaria de pintar um tapete à base de polipropileno (parece uma lã), por favor saberia me dizer qual tinta usar e se possível, qual o processo?
    (procurei no google ele me direcionou até sua página, por favor me responda se souber!)
    Grata.

    Bom dia Elis
    As técnicas de tingimento que eu domino são as de fios para tecelagem artesanal, eu não sei como tingir tapetes prontos.
    agradeço a sua visita

  3. ola eu presciso muitissimo saber como tingir juta,pois faço ecobags com ela e como a tingida é cara gostaria de poder fazer eu mesma, se puder me ajudar…. agradeço, ate.

    Olá Marlene
    A Juta é tingida a quente (cozinhando) com corante/anilina (igual tingir roupas)
    leia a bula da embalagem e faça testes em pedaços de juta até acertar a mão.
    Seja sempre bem vinda!

  4. Bom dia!! Gostaria de saber se faz o tingimento (mesclado/degradê) em Guipir?? Está usando muito e ainda não consegui quem faz esta técnica. Seria p/ tingir peças inteiras.

    Bom dia Angela!
    Dependendo do material do guipir, essa técnica pode ser usada sim;
    mas eu não faço esse tipo de tingimento, apenas publiquei aqui p/ os amantes e profissionais interessados em testar e aplicar!
    Seja sempre bem vinda!

  5. gostaria de saber se posso tingir colan infantil com essa tinta?

    Bom dia Zuleica,
    este processo é exclusivo p/ tingimento de fios.
    O tingimento de roupas é feito com corantes à quente.
    Agradeço a sua visita e seja sempre bem vinda!

  6. Rodrigo gostaria de saber como fazer um degradê perfeito.
    E parabéns pelo seu trabalho e informações sobre tingimentos.
    Vejo em você alma generosa.

    Bom dia Nilde
    As técnicas que eu uso são as básicas de tingimento uniforme de fios, à quente;
    eu não sei fazer degradê;
    mas fica aqui a sua pergunta, para que outros conhecedores vejam e, se possivel, responder.
    seja sempre bem vinda.

  7. Sou uma empresa de tapetes gostaria de saber qual produto ou mistura posso usar para lavar tapetes persa sem que eles soltema tinta ou se existe uma mistura .ATT. Vamberto

  8. eu queria trabalhar com vcs ,mandar roupas pra tingir ai… como faço
    Oi Val
    Eu não faço tingimento em roupas, somente em fios para tecelagem!
    Agradeço a visita e seja sempre bem vinda

  9. Olá, achei muito interessante esta forma de tingir, tenho um tapete 100% polipropileno, ele tem faixas grossas pretas, e brancas com preta, ou seja, é mesclado (listrado), gostaria de tingir as fibras branco/preto (mescladas) em preto, para que o tapete fica em uma cor uniforme (preto). Esta técnica que você utiliza serve p/este tipo de tingimento? Vi que existe a forma de tingir com tintura em pó no fogo, mas meu tapete é um pouco grande para caber emuma panela, e só quero tingir a parte superior do tapete, onde tem os fios… Você poderia me dar alguma dica? Grata e parabéns por compartilhar tantas informações!

    Olá Beatriz,
    Até onde eu sei, o polipropileno não pode ser tingido, por ser uma “fibra” química ele não absorve corantes nem fixadores.
    Agradeço a visita e seja sempre bem vinda

  10. olá rodrigo !

    como posso tingir de preto chapéus de palhinha de celulose da cor da palha ? tenho um trabalho para entregar e não sei como fazer.
    obrigada

    Ola Ana
    Desculpe a demora, estive fora da internet um tempo!
    Normalmente o tingimento de palhinha é feito a quente (cozinhando o tingimento com fervura, seguindo as instruções do corante), mas é melhor fazer um teste para ver como se comporta o formato do chapeu!

  11. Olá Decio!
    Quanto aos corantes Naturais, nós desenvolvemos e fazemos os tingimentos Naturais em tecidos, fios e fibras naturais.
    Gostaria de fazer uma experiência com seus produtos.
    O tingimento usando plantas é uma paixão, faz mais de duas décadas que pesquisamos. Parabéns!

    Estamos a disposiçao.
    Um abraço,
    Cleide

  12. Boa noite..
    que show seus trabalho ..
    eu curto demais cores..
    queria pedir uma jauda a vcs , tenho loja de pipa , e goastaria de saber como posso tingir um tubo de linha direto do carretel , no caso seria na faixa de uns 5000mts enrrolado em um tubo de papelão , posso fazer nesse metodo a frio ou quente??
    se alguem puder me ajudar , agradeço..
    uma boa noite a todos…

    Bom dia Alexandre,
    O tingimento de fios normalmente se faz a quente; não é possivel tingir direto no carretel, tem que fazer meadas para que a tinta penetre por igual no fio, agradeço a visita e seja sempre bem vindo!

  13. ola adorei o seu trabalho , gostaria de montar uma tituraria gostaria de saber da tinta para jeans , se tem alguma especifica, e se voce sabe de algum curso de tinturaria desde ja meu muito obrigado, conhecer o teu trabalho foi maravilhoso bjs

    Olá Maria, obrigado!
    O meu conhecimento sobre tingimento limita-se aos fios;
    os tecidos exigem outras técnicas (principalmente para tingimentos comerciais), Até onde eu sei, alguns SENAIs oferecem cursos de tinturaria.
    Você encontra maiores informações na pesquisa Google digitando “tinturaria cursos”
    Seja sempre bem vinda!

  14. Parabéns Rodrigo e obrigada pela troca de informações. Tinjo lã natural para fiação e feltragem , não uso muito calor pois a lã é sensivel, mas tenho tido boas surpresas com minhas experiencias, se tiveres algum interesse estou a disposição.
    A partir dessa observação gostaria de pedir ajuda para tingir lã para feltragem.
    desde já agradeço a atenção
    um abraço
    Mônica

    Boa Tarde Mônica!
    Eu não entendo de tigimento em lã feltravel,
    mas fica registrado aqui o seu pedido!

    Agradeço a sua visita e seja sempre bem vinda!

  15. olá ganhei um cartiga da minha mae só q eu nao gostei da cor, ai eu resolvi tingir de azul escuro pois o cardiga éra laranja só q o tintol nao pego e a i a blusa volto a ficar laranja. me falarao q éra pq ele era de fibra e lã e nao pegaria. Eu gostaria de saber q tintol poderia estar usando e qual a marca?

    Bom dia Victor
    com certeza a tinta não pegou por causa do tipo de tecido da cartiga, voce tem que descobrir de qual material ela é feita
    (muitas fibras sinteticas modernas não aceitam tingimento)
    o ideal é voce mandar pra uma lavanderia/tinturaria
    eles sabem como proceder, e terão uma resposta pra vc.
    seja sempre bem vindo.

  16. sou artesão e trabalho com tingimento a quente,só que agora estou com distonia paroxistica(rara)e me sinto limitado ao trabalho,portanto quem souber de tintol a frio p/ eu dar continuidade ao meu trabalho ficarei bastante grato,pois tingir c/ agua fervendo está muito arriscado devido meu problema.(tinjo roupas)aguardo resposta,obrigado,tambem achei o site muito importante.parabens.

  17. sou de goiania e me chamo evercy estou a procura de um curso de tingimento de tecido poliester,poliamida e outros ja fiz varios tingimento c/guarani mas procura uma tinta importada que fixa melhor no tecido vc pode me ajudar me indicando onde comprar e fazer curso achei seu sitemuito interesante aguardo resposta no meu e-mail evercyavila@hotmail.com

    Bom dia Evercy,
    infelizmente eu não conheço cursos de tingimento aí na sua área, mas posso te adiantar que é tudo igual, a diferença entre as tintas importadas e nacionais, está no rendimento delas e não na fixação, quem fixa as tintas são os fixadores especificos, usados com os corantes especificos para fibras naturais vegetais ( algodão, juta, sisal, rami, etc…), os específicos para fibras animais ( seda, lã, etc…), e os específicos para fibras sintéticas (Polyester, Rayon, Lycra etc…), leia atentamente os rótulos das embalagens dos corantes e fixadores e as especificações;
    Faça uma pesquisa no google sobre corantes e fixadores nac. e importados.
    Agradeço a sua visita e seja sempre bem vinda.

  18. Olá tudo bem, gostaria de saber se vc conhece alguma planta para tingir naturalmente na cor preta?

    Bom dia Breno,
    Vá até a página: “Tingimento Natural e Corantes Naturais” (link aqui na coluna da direita na seção “O Tecelão e seu ofício”) lá na página, na foto TN.7 tem informações sobre a Caparosa e seu uso, e na tabela na parte baixa da tela tem mais 3 plantas que tingem o preto.
    seja sempre bem vindo!

  19. Oi, achei muito interessante o seu site sobre tingimento. Estou tentando descobrir como tingir guipir mesclado, que tinta devo usar, bem como a técnica. Não estou encontrando nem onde comprar as peças já mescladas. Se você ou mais alguém puder me ajudar, eu gostaria de receber email. Ficarei mto grata.

    Bom dia Marli,
    primeiro vc tem que saber qual material foi usado no guipir; se natural ou sintético, e se ele está engomado ou não; só p/ então saber se ele aceita tingimento a quente, e qual tipo de corante deve ser usado (existe um tipo de corante p/cada tipo de tecido). Agradeço a visita

  20. Oi,
    Tenho uma japona de passeio militar (100% lã VO) de 1986 verde militar, porém está muito debotado e com manchas (sol) queria tingir (preto ou marrom) mas alguns amigos disseram q não teria como…
    Posso fazer o tingimento normal a quente com corante comum de supermercado? Não quero estragar a peça… nã tenho como faer um teste, tem como m indicar alguma marca de corante específico se for o caso?
    Santa Cruz do Sul – Interior do RS

    Bom dia Ricardo,
    O tingimento a quente pode ser feito desde que vc identifique os outros tecidos que compõe a confecção da japona (forros, bolsos, etc…) e se eles aceitam tingimento a quente sem deformar.
    repare que os corantes de mercado “comuns” tem especificações que devem ser lidas (existem corantes diversos para tecidos diversos; p/fios e fibras naturais e p/fios sintéticos)
    Aconselho a busca por uma tinturaria/lavanderia (eles são especializados neste tipo de tingimento). Seja sempre bem vindo!

  21. Ola
    alguem que possa me responder
    Sou produtor de corantes naturais notadamente do urucum, fiz alguns testes iniciando o tingimento com o corante puro e após adicionando agua e retificando sempre o ph, obtive as colorações do ferrugem ao amarelo-palido, isso em 2 minutos, depois de seco lavei com sabão, e as cores se pronunciaram mais, sem fixador.
    Fiz tambem um corante do feijão preto, tendo um azul, cinza e esverdeado, também sem fixador, mas as cores mudam somente em função do ph, neutro, básico e acido.
    Alguém gostaria de uma amostra para avaliação, pois até o momento nossos corantes eram destinados a alimentação.
    É só pedir que envio.
    Obrigado
    Decio

  22. Obrigada pela atenção que dedicaram, mas penso que não me fiz entender bem. O meu problema com as écharpes que comprei no Vietname é que me sujam o corpo e a roupa devido ao seu tingimento artesanal. Não é problema de côr, pois gosto das suas côres fortes,mas de tingirem tudo. Haverá solução para este problema?

    Oi Maria de Lurdes,
    Parece que agora eu entendi o probl. com as cores!rsrs!
    A única solução que me ocorre no momento, é a aplicação de um fixador para corantes (*segundo as especificações e orientações de cada fabricante), e enxaguar em água corrente.
    * Existem diferentes corantes para diferentes tipos de tingimento em tecidos naturais, ou sintéticos; leia as especificações de cada produto.
    Seja sempre bem vinda!

  23. Olá! Comprei varias écharpes de seda no Vietname e não consigo usá-las de jeito nenhum porque pintam tudo,fortemente. Gostaria de saber como evitar isso, sem as desbotar. Muito obrigada pela informação.

    Oi Maria de Lurdes
    Não sei se entendi direito, mas voce quer consertar as cores das echarpes e deixa-las mais discretas; é isso?
    Bom!
    Existe um recurso usado para “envelhecimento” ou “suavização” das cores (muito usado em televisão para tirar cores exageradas de roupas novas), que é o que se chama tingir em “água de chá”.

    Você procede com o tingimento normal, à quente, com corante beje ou marrom, em pouquíssima (muito pouco mesmo) quantidade fazendo uma cor bem rala, aguada, tipo chá.
    Tinge a echarpe e as cores vão se manter, mas ficarão + opacas ou suavizadas; mas você vai ter que fazer testes até acertar a tonalidade desejada.
    Espero ter ajudado.
    Seja sempre bem vinda
    !

  24. ola, gostaria de saber exatamento como que é essa tinta (pó liquido etc…) e se pode ser usada em qualquer fibra. porque eu trabapalho com palha de milho e gostaria de saber se tenho como usar ela no meu artesanato. e como faço para conseguir.
    um abraço.

    Olá Helena.
    Esta tinta é em pó, ela só pode ser usada no algodão, para tingir a palha de milho, vc vai ter que tingir a quente, com corante de roupas (anelina) para fibras naturais, facilmente encontradas em armarinhos e lojas de aviamentos.
    Agradeço a sua visita e seja sempre bem vinda!

  25. Gostaria de saber como posso tingir lã?
    Oi Luciana,
    Em resumo, a lã é tingida à quente, fervendo a agua e acrescentando o corante, e cozinhando os fios até que o corante seja absorvido e depois acrescentar o fixador para fixar as cores.
    Existem várias marcas de corantes e fixadores p/ lã disponíveis no mercado com as instruções referentes a peso, quantidade de agua, tempo de cozimento, fixação etc… (cada um tem a sua particularidade)
    Convém fazer pequenos testes para ver como sai o resultado.
    Agradeço a visita e seja sempre bem vinda.

  26. gostei muito do site e gostaria de saber se para tingir camiseta eu teria q ferver a agua e esperar esfriar,já q eu quero tingir a frio? ou tem alguma tinta q não precisa de ir ao fogo por favor me responda urgente obrigado.

    Olá Francisco
    Para tingir camisetas tem que usar o metodo tradicional com fervura, para impregnação do corante.
    O metodo à frio, é quase que uma pintura, e eu conheço o seu uso apenas em fios.
    Se desejar testar em camisetas, a receita está logo acima; mas convém fazer o teste em uma, para ver o resultado.
    Leia todos os comentários que vc vai encontrar mais detalhes.
    Agradeço a visita e seja sempre bem vindo!

  27. rodrigo o repasso de marafunda e bem bonito võu faser tapetes dele eu teci o repasso dona iraci dos seus ficou linda. ate outra ohra todo de bom mas valeu apena e como

  28. rodrigo voçe vai participar do congresso do algodão em setembro 15 a 18 de setembro em fos iguasso parana eu queria tanto participar mas eu não tenho como fica minto caro esta viagem eu vou pasar saber aestadia gostaria muinto de trabalhar no tear 4 pedais la no evento ,
    ja que o assunto algodão vamos por a mão na massa ir em frente ate outra hora. tudo de bom.obrigado

    Oi Jaci
    eu tambem não vou, vida de tecelão é muito dura e não sobra grana pra viajar pra tão longe! rsrs!
    mas valeu a sua dica sobre o evento!
    * Pra quem desejar informações sobre este evento visite a página da EMBRAPA neste endereço:
    http://www.embrapa.br/eventos/vii-congresso-brasileiro-do-algodao

  29. bondia rodrigo o tecelão voce mi perguntou sobri minha mãõ seja sarei estou cuase boa pra minha luta de novo se deos quiser quero te manifestar o voce nem imagina ocanto eu fiquei alegri sobri as dicas de tingimentos vou esplorar todos com fe em deus quado fiser voçe sera o primeiro ficar sabendo obrigado. fiqen com deus.

    Obrigado Maria Jaci!
    Fique com deus voce tambem!

  30. olaeu sou de goias goiania sou tecelã sobri tingimento eu coheso uma planta que tem aqui no estado chama coresmiha tingi de ammarelo fica cor mostarda esta e quente ela eda folha miudinha flo rocha o modo de tigir uma camada de folha outra lã naõ ringi algodão ela da nas varginhas onde fica molhado senpre.

    Oi Maria Jaci!
    Que tempão, aí minha linda, e a mão, ja melhorou? ja voltou a tecer?
    Eu ja vi a quaresminha de flor rosa num livro de tingimento, ela dá um amarelo muito bonito e forte, no livro diz que pode tigir com as ramas mais novas tambem, num é so com as folhas não.
    e diz que só tingi a lã mesmo, e fica bem bonito, não pega no algodão não.
    no livro tem tambem umas plantas que eu acho que voce conhece,
    o anilão, que tinge de azul, da folha grande e verde escura, qua dá na sombra e na terra preta, tem muito em fundo de quintal, esse dá mais trabalho porque usa muita folha e tem que troca elas 3 vezes antes de tingir, mas pega no algodão e na lã e é de um azul bem bonito.
    tem tambem o Sangue de drago ou sangra-d’agua, que tinge um vermelhão bem forte dá no sol forte nas beiras de riacho, e tinge com a casca ralada e é bom pra lã e algodão tambem
    e por ultimo a casca da caparosa ralada que dá o preto no algodão e na lã.
    mas eu acho que to aqui ensinando a reza pro padre, hehehe, voce deve conhece estas coisas bem melhor que eu, mas é bom escreve pras outras pessoas que não conhece os tingidos de plantas, sabe que eles ainda existem.
    nesse meu livro tem ainda uma lista de plantas que são:
    Pombeiro (marrom-escuro)
    Serragem de Imbuia (marrom)
    Caviuna (marrom-vermelho)
    Ipê (Marrom vermelho)
    Cambota (marrom)
    Salta-cavalo (marrom-claro)
    mogno (marrom)
    Jatoba (laranja)
    Vermelhão
    Capitão (amarelo mostarda)
    Dedal (Beje-esverdeado)
    Amendoim (amarelo-mostarda)
    Boizinho (beje-esverdeado)
    Moreira (amarelo e beje-avermelhado)
    Peroba (beje-alaranjado)
    Açafrão (amarelo e beje-avermelhado)
    Urucum (vermelho, laranja, laranja claro, amarelo)
    Eu só sei dos livros, e só fiz uma vez pra experimentá e não foi todos não, e nunca mais fiz eles não! he he he,
    Volta sempre minha linda!
    Deus proçê!

  31. Parabéns Rodrigo e obrigada pela troca de informações. Tinjo lã natural para fiação e feltragem , não uso muito calor pois a lã é sensivel, mas tenho tido boas surpresas com minhas experiencias, se tiveres algum interesse estou a disposição. um abraço

    Oi Heloiza
    Agradeço a sua visita e a sua disposição para ajudar
    Seja sempre bem vinda

  32. Oi meu nome e charlews eu queria saber que tinta voce usa para fazer esse tingimento se puder mande o nome e onde posso compra la. se for guarani ou tupi posso usa la a frio?
    existem outras tintas marcas que possa ser usada em tecidos que tenham conposição acima de (96% de viscose 4% elastano) e (98% algodão 2%elastano) respectivos visco-lycra e malha de algodão voce estara me ajudando muito mandando o nome desta tinta que usa em caso precise de alguma tecnica de pintura em tecidos posso te ajudar dentro do possivel moro em bsb desde ja te agradeço e espero retorno.

    charlews vagno. brasilia df 09/04/2009

    Oi Charlews!
    Como já disse acima, meu conhecimento de tingimento é “a quente” e é aplicável a fios.
    Esta técnica “à frio” foi desenvolvida na Austrália, não sou eu quem faço, e qualquer utilização deverá ser feita a base de testes.
    Como está escrito no texto acima:
    *OBS: Aqui no Brasil, temos os corantes em pó Guarani (para algodão e fibras naturais), Vivacor (tecidos sintéticos) e vários outros; e o resultado é o mesmo.
    Quanto as marcas disponíveis no mercado, eu não conheço todas, mas as melhores ainda são as importadas, e há de se fazer uma pesquisa junto às importadoras.
    Sinto não ter maiores informações, mas o meu forte é a tecelagem, e a ideia da matéria acima é inspirar os tecelões que tingem suas urdiduras (fios).
    Agradeço a sua visita, seja sempre bem vindo!

  33. Oi meu nome e verônica eu queria saber q tinta uso p fazer tie-dye p tingimento com bisnaga afrio obrigado.
    Oi Verônica!
    Eu sinto muito, mas só entendo de tingimento a quente em fios, não estou por dentro da técnica do Tie-dye
    Gostaria de poder ajuda-la, mas não domino essa técnica!
    Obrigado por sua visita e seja sempre bem-vinda

  34. Me ajude preciso fazer um trabalho com sisal, preciso tingi-lo mais naum sei como!
    Voce sabe?
    Olá João!
    O Sisal aceita melhor o tingimento a quente, mas antes, é necessário deixa-lo de molho de um dia para o outro em agua até ele soltar toda a goma e dar várias lavagens até a água ficar transparente; feito isso vc pode tingi-lo com corante para tigimento de tecidos, é só seguir as recomendações do fabricante no rótulo da embalagem do corante, que pode ser da marca Guarany!
    Mas se vc nunca fez tingimento antes, eu aconselho vc a comprar o sisal já tingido, que se encontra a venda na Sisalsul.com.br
    Agradeço a sua visita e seja sempre bem vindo!

  35. Olá tudo bem,gostaria de saber se esse tingimento reage bem em fio de lã de ovelha,faço o fio com processo totalmente artezanal, quero fazer um tapete, mas tenho somente a lã cor creme Fico no aguardo.
    Grata e Parabéns

    Olá Iisela!
    Como já disse em outras respostas, o meu conhecimento é maior no tingimento à quente;
    Mas eu posso te adiantar, que, em se tratando de proteína animal (lã), o resultado deve ser bem diferente do que no tingimento em celulose vegetal (acima), na dúvida, faça um teste em uma pequena porção, usando um fixador específico para a lã, e veja o resultado!
    agradeço a sua visita e seja sempre bem vinda!

  36. Olá Rodrigo!
    Pesquisando sobre tingimento eu achei vc. Meu nome é Alzira Taquetti, acabei de fazer pós-graduação em design de estamparia.
    Estudei varios processos. Se puder ser de alguma ajuda pode me contatar. Sou estilista e designer. Estou nesta profissao há 18 anos. Obrigadapela dica da Kaz do tingimento a frio achei muito interessante , vou experimentar depois entro em contato para te dar minhas impressões a respeito.

    Olá Alzira!
    Obrigado por sua visita, agradeço a sua disposição,
    toda a ajuda é sempre necessária e aproveitável,
    seja sempre bem vinda!

  37. oi meu nome é rosy!!!!
    simplesmente amei esse trabalho!!!
    gostaria de saber se posso
    tingir tecido de fralda(algodão) no caso.
    posso usar essa tecnica!!!!
    desde ja agradeço a atenção!!!

    Oi Rosi!
    Acredito que sim; porém esta é uma técnica mais “artística” e bem mais demorada que o tingimento convencional (à quente)
    Obrigado por sua visita e seja sempre bem-vinda!

  38. Rodrigo, boa tarde!
    Adorei seus trabalhos. São pessoas dedicadas como você que tornam o mundo mais bonito. Talvez você possa me ajudar. Tenho um tapete de lã de ovelha (quase branco), que gostaria de tingir com uma cor mais escura (provavelmente azulão), porém não sei o tipo de tinta e técnica que devo usar. Será que você poderia me ajudar???

    Olá Inês!
    Como já observei em outros comentários; o meu conhecimento de tingimento, restringe-se ao fios, para depois tecê-los;
    e a técnica que que eu tenho alguma intimidade, é a do tingimento a quente (cozimento dos fios em caldeirões à alta temperatura).
    Eu realmente não sei como se comportaria um tapete pronto, nestas condições (imagino que dê um trabalho sem medidas à exaustão pois além de se cozinhar, necessita-se enxaguar depois!)
    Eu recomendaria uma pesquisa em uma “tinturaria”, ou em uma loja de tapetes, com serviço de lavagem e tira-manchas; existem certos trabalhos que se tornam impraticáveis (além de perigosos) de se executar em casa; pois pode danificar o produto!
    Perdoe-me por não ter ajudado com uma solução imediata, mas só aconselho aos outros, aquilo a que eu me submeteria ou já tivesse testado com sucesso!
    Obrigado por sua visita e seja sempre bem-vinda!

  39. olá,em busca de, como tingir um tapete encontrei o seu site poderia me informar como faço pra tingir um creme em preto? sds

    Oi Lorena!
    Eu só tenho o conhecimento para tingir fios, e depois tecer as peças; Realmente não sei como tingir um tapete pronto
    Sinto não poder ajuda-la
    Agradeço a sua visita
    e seja sempre bem vinda!

  40. Olá Rodrigo !
    Vi que o pessoal está necessitando informações.
    Para fazer TieDie, assim como batik, é necessario tinta em pó ,mas pode-se tentar as aquarelas novas para peças pequenas. O fato é que seu preço é proibitivo.
    O problema da tinta guarani que não sei se já se solucionou, desde que eu fazia muito os dois, era a baixa qualidade da fixação da guarani.
    Para batik era impossível, tinha que ferver muito pra fixar e derretia a cera toda.
    Quando eu fazia a Escola de Belas Artes tinhamos lá as aulas de tecelagem (ah que saudade) e pintura em tecidos e tinhamos uma aluna que era casada com um gerente diretor ou algo assim da Schering farmaceutica e ela descolava uns corantes muito, muito bons.
    Pra ter uma idéia era um potinho de umas 5 gr se tanto e pra se tingir um lençol se usava só a pontinha de um palito(!!!) e nem precisava ferver!!
    Fica a dica de algo que sempre quiz fazer juntar uma galera comprar um potão e dividir. Se for o caso to dentro!!
    P.S. morri de inveja de ver seu lar, dia deste vou te visitar quero comprar um tear e ando com umas ideias interessantes que talvez vc possa me dar uma mão (ganhando uma grana claro) Um abraço.

    Eita, Cinthia!
    Preciosas estas suas informações, valeu as dicas!
    Obrigado por sua visita, e seja sempre bem vinda!

  41. OLA RODRIGO FIQUEI ENCANTADA C/ O NOVO METODO. SOU TECELÃ HA MTO TEMPO , MAS TINJ0 BEM DIFERENTE………. A FRIO MAS NADA IGUAL
    O QUE PASSASTES, É UM METODO MAIS FACIL E MTO DURADOURO……….
    SE PUDER AJUDAR, AQUI ESTOU FLORIPA.
    Oi Carol!
    Esta é a parte boa da nét, a gente pode pesquisar técnicas do outro lado do planeta!
    Toda a ajuda pra ampliar este acervo de domínio público sobre a tecelagem artesanal, será de grande valia; é só mandar 1 imeiou com textos e fotos, e será publicado com os créditos ao autor!
    agradeço a sua visita, e seja sempre bem vinda!

  42. Olá Rodrigo. Achei muito interessante o processo da Karen para tingimento de urdiduras (podendo ser usados para os fios das tramas também, é óbvio!). Trabalho há algum tempo com tingimento natural (oriundo de plantas e/ou suas partes) e também careço de maiores informações e aprendizado referente a tempo mais longo de permanência de cores nos produtos, independentemente de estarem longe ou expostos ao sol, ou ainda passarem por processos de lavagem com mais freqüência. Sugiro utilizarmos o seu blog para angariarmos informações pertinentes, o que você acha? Há nos Estados Unidos inúmeros produtores de fios e fibras diversos que comercializam estes produtos com tingimento natural. Assim como há em Portugal (e mesmo nos USA) pigmentos já prontos para compra.
    Quanto à técnica tye-dye (amarre e tinja) é originária da Ásia e Indonésia, onde processos tais são largamente utilizados até o presente momento. Este mesmo processo também é utilizado para tingimentos de urdiduras, sendo feito previamente obedecendo a esquemas para a confecção apropriada da padronagem, quer para saris (India) como para tecidos para outras finalidades (India e indonésia). Acho que é só para o momento. Estou à sua disposição para trocarmos informações, assim como para os freqüentadores da sua página.

    Grande Reinel!
    Vc ja deve ter percebido que este é um espaço que pertence a todos os tecelões não só do Brasil, mas como de Portugal e outras partes do mundo!
    Gostaria muito de sua colaboração no que tange a novas informações sobre esta nossa arte (vc poderia reunir material e fotos e me enviar por imeiou? Citarei todos os créditos a vc!) ; a proxima página de “O Tecelão e seu ofício!”, será sobre o tingimento artesanal no triangulo mineiro onde postarei mais páginas do livro em JPEG (como em “Tecendo no tear mineiro…”). Porém minha prioridade neste momento, é a nova seção que acabei de abrir! “Tecendo com os cegos…” (com uma aluna minha, completamente cega, de portugal, trocamos vários imeious, e estou organizando o material e as fotos dos trabalhos dela!)
    Necessito tecer para sobreviver, e eu quase ja não estou dando conta! rsrsrs!
    Ajude-me a continuar a construir este espaço!
    Seja sempre bem vindo, meu Irmão!

  43. vcs mostraram como se faz com o tecido !
    e com roupas é o mesmo processo?

    Oi Ceiça,
    Este é um processo para se “colorir” os fios em diferentes seções.
    O processo para tingir roupas é bem diferente, costuma ser tingimento com calor e vai depender do tipo do tecido usado na confecção; convém consultar especialistas em tingimento de roupas.
    Agradeço a sua visita, e seja sempre bem vinda!

  44. Olá
    adorei as informações e as dicas de tingimento, porém estou em busca de saber se tem como tingir tapete tipo tabacon.
    Fico grata.
    Neia.

    Oi Neia, os tapetes deste tipo costumam ser de fibras sintéticas ou de nylon, eu realmente não sei como eles podem ser tingidos; quem sabe, não tem uma etiqueta em algum canto embaixo dele, com referências da fabrica, para que vc possa entrar em contato com eles, buscando informações!
    Agradeço a sua visita e seja sempre bem vinda!

  45. Oi…por favor me diga: posso usar a tecnica do tingimento de urdidura para fixar camisetas de malha com tye dye?? naquelas mesmas proporções??Achei a fórmula muito interessante.obrigado…

    Oi Ian,
    Segundo a Karen me disse, aquelas proporções valem para tingimento e fixação em fios (calculados em peso) e teoricamente devem valer tambem para tecidos (que são fios tramados!).
    Eu realmente desconheço o processo usado no tingimento Tye dye, e seria muito arricado dar uma opinião a respeito!
    Aconselho que vc faça um teste em uma camiseta em separado e veja o resultado!
    Obrigado por sua visita e seja sempre bem-vindo!

  46. Olá, adorei todas as informações que aqui encontrei, mas me diga : quero fazer Tye Dye em camisetas para o verão 2009. Posso usar o sal ,( depois de tirar a goma do tecido ) e antes do tingimento?? Fiz uma experiência ,usando o sal grosso diluido após o tingimento e antes da enchaguada, mais achei que tirou um pouco da cor!(envelheceu a peça). Qual a marca de tinta devo usar para camisetas de malha comum?

    Oi Katia!
    Como eu disse pro Ian (acima), eu não faço a menor idéia sobre o processo do tingimento Tye dye!
    Concordo com vc que o sal e outros recursos naturais caseiros são “agressivos” (além de não serem o ideal, vc mesma ja comprovou isso na prática!), e nada como um produto industrial, produzido por Engºs Químicos responsáveis, para se tirar o melhor aproveitamento de certas técnicas!
    Eu andei observando que todas as marcas de corantes são exatamente iguais em suas fórmulas, e específicas, vc deve estar atenta ao tipo de tecido a que ele se destina (algodão, rayon, nylon etc…), está descrito na embalagem
    Se vc ja tem alguma marca preferida de corantes (que ja deve ter usado antes) com certeza encontrará disponível no mercado o Fixador desta mesma marca e portanto químicamente recomendado para este corante específico!

    OBS: Os tingimentos mesclando elementos “naturais”, desgastam, envelhecem e descoram muito mais rápido do que o normal, e vc está produzindo uma peça que será muito usada e muito lavada!
    Eu só uso estes processos em peças decorativas (painéis), nunca em peças utilitárias (tapetes, jogos americanos, etc…)!!!!!!!
    Obrigado por sua visita, e seja sempre bem vinda!

  47. gostaria de tingir uma bolsa de brim grosso cru , pois ela suja-se com muita facilidade. como posso tingir esta bolsa à frio pois as suas alças são de couro com arrebites
    aguardo informações …

    Oi Luzinete, obrigado por sua visita!
    Existe no mercado várias marcas de corantes em pó para tingimento a frio; é só ler atentamente e seguir as instruções de uso de cada marca; mas no geral todas seguem o mesmo processo, molha-se o material a ser tingido no fixador e depois na tinta por um nº de horas estabelecido nas instruções!
    Eu recomendo para quem não está acostumado com estes tipos de trabalhos, recorrer a uma destas lavanderias (tinturarias) que fazem tingimento de roupas (elas dão garantia).
    Seja sempre bem vinda!

  48. Prezado, encontrei por acaso sua publicação, achei interessante. Lhe pergunto: vc fala em sisal…é possivel tingir a frio as fibras crus do sisal? vc ja fez algumas experiências?, da certo?.. expostas aos raios de luz a coloração desbota?.. se desbota qual o periodo?… vcs ja fizeram testes com corantes naturais? eu fiz alguns (a frio) ficam bem, mas breve desbotam.. detalhe não usei fixador.. qual vc recomenda? aguardo seu retorno, desde ja agradeço

    Ola Henry, obrigado por sua visita!
    O sisal, é uma fibra que ja vem com óleo conservante, e é meio impermeável; eu nunca tingi o sisal a frio (mas é capaz que dê certo!), somente o tingi “cozinhando” (após lavá-lo bem, com multiplos molhos para retirar e excesso do óleo, até a água ficar bem clara!), e mesmo usando fixador, ele acaba soltando tinta quando lava, e mancha, por isso eu evito fazer tapetes de sisal tingidos (só teço crú natural); só uso o sisal tingido para painéis decorativos, que não necessitam lavar.
    Quanto aos fixadores, eu uso o Sal de cozinha (NaCl) para fibras de composição vegetal (algodão, sisal, juta, rami, etc…), e Acido acético (vinagre branco de cozinha), para fibras de composição animal (lã, Seda, etc…), mas existem muitas marcas de fixadores a venda no mercado.
    Todos os tingimentos, químicos ou naturais, acabam desbotando um dia, os únicos que não desbotam nunca são as cores das fibras sintéticas a base de polímeros (um tipo de reação química durante a produção do fio)
    Alguns corantes naturais, descoram em semanas, outros em meses; e os químicos podem durar décadas; porém nenhum tingimento resiste ao sol (todos descoram em função de semanas ou meses)
    Eu tenho painéis de mais de vinte anos de idade, onde não bate sol, e estão perfeitos ainda!
    Bom! Acho que consegui te responder, se faltou algo, é só perguntar!
    Seja sempre bem vindo!

  49. Boa tarde, achei interessante o tingimento dos fios, como é dificil acharmos os fios já coloridos, gostaria de saber onde encontros estes produtos para comprar, meu e-mail é carlosr1953@hotmail.com, obrigado por vc ensinar as pessoas, atenciosamente Carlos Roberto

    Olá Roberto,
    Seja bem vindo!
    Este tipo de tingimento, artesanal, serve para mesclar os fios por seções, e quem faz e nos ensina acima, é uma amiga da Austrália, Karen Madigan.
    Aqui no Brasil, temos uma imensa variedade de fios coloridos de diversos materiais (algodão, juta, sisal, rami, poliester, rayon, lã, etc… ) no mercado, para todas os usos, com entrega em todo o Brasil, veja os links dos fabricantes e distribuidores de fios e fibras na página “Materia Prima: Fios e fibras naturais” (link na coluna da direira)
    agradeço a sua visita e seja sempre bem vindo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: